sábado, 3 de dezembro de 2016

Mais 1 ano

Este mês faria 1 ano na empresa. Como tal colocava-se o dilema: renovar ou não?
Apesar da entrada em outubro de um novo chefe com o qual tenho alguns conflitos e opiniões divergentes, parece que a meritocracia ainda existe. Renovaram-me por mais 1 ano alegando a minha disponibilidade e produtividade.
O meu departamente está também a crescer a olhos vistos e contrataram 12 pessoas mais, todas da américa latina (o meu departamento é sobre um sector especifico que exerce em Espanha, logo o castelhano perfeito e fluente é obrigatorio). E a verdade é que os latinos não têm nada a ver com os portugueses. O nosso país é bonito, seguro e pacifico. As pessoas são recatadas, falam baixo e são até amaveis. Mas convenhamos, somos tristes. Somos o Fado. Os latinos não. Aconteça o que acontecer tudo está bem, amanhã estará melhor e o importante é agradecer sempre. Gosto desta postura! Desde a entrada destas pessoas novas que a empresa mudou para melhor. O ambente sempre foi bom, sempre gostei desta "casa" mas agora está incrivelmente melhor. É tudo tão facil, as pessoas são tão abertas e acessiveis que se estão a criar verdadeiras amizades. Frequentamos as casas uns dos outros, saimos à noite e eu, finalmente, estou a respirar melhor, com mais ânimo nesta cidade. Agora sim acho que vou viver, dar-me a conhecer e aproveitar o meu tempo na capital. Ainda que continue a ver chegar com alivio o dia em que partirei...

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Auto-mimo

Há que renovar coisas por vezes.
Hoje decidi dar algumas calças de ganga que já não me servem ou que me estão largas, coloquei as desgastadas no lixo e comprei novas.
Já há uns tempos tinha tentado comprar calças mas a verdade é que, encarando a realidade dos meus actuais 8kg a mais e vendo que o "meu número" já não me servia, perdi a vontade de experimentar mais peças de número superior.
Hoje decidi arriscar. Estou a comer tudo sem açucares e na versão integral desde dia 7 e a verdade é que algo mudou, seja peso ou volume. Consegui comprar calças do meu numero de sempre! Um pouco apertadas... mas no meu número! Que alegria!

4 pares que vou dar

os 3 que comprei na C&A. A ver se são melhores que as últimas compradas na H&M, que passados uns meses já estavam a rasgar

Ténis amorosos aos quais não resisti

Mala nova

Este verão li o "Alquimista" e gostei. Decidi aproveitar a promoção e conhecer mais de Paulo Coelho

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Parece que agora temos cá por casa um asmático

Valeu-me o susto!
Durante uns dias o Ícaro começou a demonstrar dificuldade em respirar. Encontrei-o com frequencia encostado às ombreiras das portas, ofegante, com expectoração, o abdomen aceleradíssimo. Lá fomos a correr ao vet!
Desde que o adotei a 30 de Janeiro que nunca o levei ao vet. Parecia bem, dentro das marcas que apresenta da dura vida nas ruas. Na consulta, com calma, o Dr. lá o viu e me explicou cada mazela, cada agressão que ia notando. Faltam-lhe imensos dentes, tem uns altos por cima dos olhos (osso que calcificou mal depois de uns pontapes na cabeça), tem o osso do torax saído para fora, um historial de infeções respiratorias de todos os invernos na rua. Não consigo imaginar o que passou...
Depois de umas injeções que tomou lindamente, sem ser necessário segura-lo nem nada, está agora descansado, recuperado e num lar de onde nunca mais vai sair. Diz que possivelmente, além das vias respiratorias danificadas pelo clima, rua e gente monstruosa, terá asma.
Eu admiro-o cada vez mais.


Ando-me a portar bem

Os meus snacks a meio da manhã:


E hoje experimentei acupuntura pela primeira vez. Não senti grande coisa no momento. Não doeu nada. Continuo sem opinião, nem contra nem a favor. Mas a moça diz que produzo muito calor no corpo, o que significa que ando a dar-lhe muito "combustivel" de forma errada. Suponho que beber uns 6 cafes por dia possa ter algo a ver. Nesse sentido ela sugeriu-me estas coisas todas:


Da esquerda para a direita: cogumelo reishi (uma colher de chá na sopa, ou no sumo natural, ou numa taça de chá antes de cada refeição e diz que reforça o sistema imunitário e dá energia de modo natural); o Drena foi mais porque uma miga nutricionista comentou comigo que a "centelha asiatica" era a única coisa que alguma vez tinha experimentado que realmente desse resultados e eu encontrei esta variante, que tem a centelha mas mais umas coisinhas e decidi experimentar, já que raramente bebe liquidos e faço imensa retenção); beterraba (diz que tem agrião, espinafres, etc... tudo o que preciso uma vez que estou a ter outra vez a hemoglobina em baixo com este ritmo de vida); cerebral plus (os famosos ginseng e ginko biloba que todos clamam por ai que faz um bem danado à concentração e memória).
Deixa lá ver se resulta...
Dia 7 logo me pesarei e verei se me tornei apenas em alguem saudavel ou se pelo menos perdi 1 kilinho que seja.

Dias...

Formação e mais formação



Experimentar novos sabores: comida vietnamita. Adorei!

Abrir a época

Lidar com um Eros stressado por ter agora uma colega de casa

Uma semana depois... mais negro mas cicatrizado

A princesa que me vem visitar no quintal

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

VOLTEI !!

Já me mudei.
Estou no meio de Lisboa, numa zona chique, privilegiada, bonita e com transportes 24h.
Lá mudei toda a instalação electrica e canalização há mulher. Por diversas questões, foi mesmo necessário.
O antigo senhorio... bem, a EDP foi firme na sua decisão de "ah voce diz que saiu mas nós não sabemos, não vale a pena isso da contagem quando sai" e portanto eu defendi-me como pude: fita-cola na ponta dos fios dentro do quadro, todos bem metidos nos buraquinhos para parecer, de fora, que está tudo bem ligado. Simplesmente não passa corrente. Sobre os recibos ainda não me informei mas tenho o contrato e tudo o necessário; vou tratar disso! Aproveitei e bloqueei o numero do senhorio. Hasta siempre!

Da casa nova.
Ainda tenho algumas paredes em cimento, falta-me o lava-loiça mas está-se a compôr. Só o Eros é que não está a achar piada a ter colega de casa. Ao primeiro contacto atacou-a e a mim. Tenho o peito todo cheio de marcas de dentes. Tem estado agora trancado no quarto para acalmar. Espero que isto melhore... ando super preocupada com o stress dele.

O Ícaro está-se a tornar num amor verdadeiro. Apesar da minha ligação surreal com o Eros, o Iquinho está cada dia mais leal. Nunca está longe de mim, se abro a porta no quarto mas fico dentro ele não sai. Todas as manhãs se senta ao meu lado na cama e me dá beijos de bons dias. Tão especial este pequeno... não sei como sobreviveu à rua.

Por falar nisso, tornei-me sócia da ANIMAIS DE RUA. 5€ por mês e ajuda-se um porradão de bichos.

Hoje descobri que já engordei 8kg em 1 ano de Lisboa. OITO!!! Estou ainda a digerir a informação... as calças já não fecham, a barriga faz pneu... decidi entrar em dieta. Não daquelas malucas porque eu gosto de comer e não estou para passar fome. Mas falei com uma amiga nutricionista e cortei no "básico". Em vez de fazer peixe no forno com bechamel, faço só o peixe. Comprei tudo o que diz 0 açucar. Deixei o Chocapic e comprei Nestle Fitness de Aveia. Deixei os croissants e passei a comprar pão escuro para acompanhar com queijo fresco. Deixei os bolos ao longo do dia e passei a iogurtes liquidos de soja e queijinhos individuais. Descobri tambem um canal no youtube de aulas de ginasio gratuitas. E decidi começar a andar de bicicleta enquanto o tempo ainda permitir. Hoje dia 7, peso 65.150kg. Vamos ver, sem grande esforço, só com estes detalhes quanto terei a 7 de novembro. Hoje para 1º dia cumpri e correu bem.
Para quem entender mais disto do que eu, aceito dicas!

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Estou pelos cabelos!!

Tenho até ao fim do mês para deixar a minha actual casa. Mas como já se previa, o senhorio do mal deu as fuças do capeta! Inventa impossibilidades e stresses a toda a hora. Ora agora a EDP lembrou-se que tem de analisar o meu pedido de rescisão e agendar e coisa e tal e só me cortam a luz lá para meio de outubro. Nessa altura já eu não estou nesta casa. Resumindo: o senhorio diz que não me deixa cá vir receber a edp, não a quer receber ele e que se eu quiser que pague mais 1 mês de renda para que a EDP cá venha 5min. Isto é demais! Também não me dá os meus recibos desde março. Lá expliquei a EDP que não terei acesso à casa e eles tentarão fazer o corte de forma exterior e ver comigo o melhor modo de resolver a situação, contudo eu questiono-me: este cabrão pode muito bem deixar-me as luzes ligadas dia e noite para eu receber uma factura astronomica. Não há meio de eu resolver isto? Nem que seja falcatruada? Cortar algum cabo que impossibilite a casa de receber luz e depois dizer que foi vandalismo e não sei de nada?
ACEITAM-SE IDEIAS! E sobre os recibos tambem.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

2 anos... contagem decrescente...

Faz dia 21, 1 ano que vivo em Lisboa.
Estou prestes a retomar as aulas, o stress, a falta de tempo e o verão chega ao fim. Curiosamente tenho-me sentido calma. A minha estação favorita é o inverno e faltam dois para poder seguir caminho. Se antes os 2 anos que restam me esmagavam, ultimamente já não.
Está mais que provado que não é uma questão de adaptação. Eu pura e simplesmente não gosto de Lisboa. Não a acho bonita, interessante ou qualquer outra coisa que a valha. Mas já consigo resignar-me e decidi focar-me no fim, manter os olhos postos lá na frente e potenciar ao maximo o tempo que resta. Já que não tenho qualidade de vida nem me sinto feliz aqui, vou então aprimorar as obrigações: toca a deixar o curriculo espetacular que de licenciados está o mundo cheio.
Por isso, e minha bela carteira à parte, setembro e outubro serão meses trabalhosos nos quais participarei de inumeros encontros, seminarios, workshops por este país fora, um deles inclusive bem dispendioso sobre refugiados organizado pelo governo italiano,
Toca a abrir portas e a investir nesta cabecinha!

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Semaninha boa

Um dos directores fez-me uma proposta de trabalho tentadora, ressalvando o quanto simpatiza comigo, com a minha postura. E promentendo sempre ter em atenção a minha licenciatura e os meus planos próprios.
É bom trabalhar num sitio assim!
A semana passou rápido, animada, tranquila. Que todas sejam assim.

Brincadeirinha à 6f entre colegas 
 
Armada em chefe com isto e...
 
 ... mais isto e...

... ainda isto e...

... para fazer isto! Legumes com camarão gratinados

Estoril


Bairro Alto com os amigos

Donativo ao projecto "Gatinhos de Algés"

A nova invenção da empresa...

... pequeno-almoço todas as manhãs ate final de setembro

O "miminho" da colega mexicana que, segundo ela, é um doce tipico de lá. Eu detestei o sabor! Mas o que conta é a intenção. Obrigado I.

Iquinho ressacado...


Praiar com a amiga e o sobrinho patudo

Aquela amiga que sempre que te visita te leva a comer bem e muito

Movie time with the kid


AAAHHFFFFF! Cansei de ser gato

Diz que é uma limonada de morangos biológicos de Mafra...

EROS: Oh mãe!! O meu irmão tem mamas porquê?

Comer saudável

Amor maior

Pecados...

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Sabia que não devia ter saído de casa...

Começo o dia com o novo motorista do autocarro, que faz este percurso há coisa de uma semana, a fazer-se a mim, a querer saber onde moro exactamente, o meu nome, a que horas apanho o bus... chateei-me logo e expliquei-lhe que certamente a empresa terá politicas de conduta e que me parecia extremamente inapropriada esta abordagem, esperando que não se voltasse a repetir.
Saiu chateada, chego ao trabalho e caiu na rua, à entrada. De vestido. Joelhos esfolados e viram-me as cuecas. Que bom.
Depois todo o sistema informatico e telefonico da empresa decidiu morrer, fazendo-me perder grande parte do trabalho de hoje, desesperando-me, stressando-me! Na hora de almoço saiu para comer algo e ZÁS! Parto a sandália em duas. Lá vou descalça no metro em busca de uma sapataria que conhecia. Sandálias novas e 30min depois atrasada no emprego, lá fico até mais tarde, cheia de fome (perdi a hora de almoço nisto tudo). Vou depois ao supermercado, distraio-me com as horas e perco o autocarro para casa.
Enfim... finalmente no sofá com os gatos.