quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Papéis invertidos

Aaaaaaiiiiiiii!! Cof Cof Cof! Não me comprem o ovo de chocolate que eu não chego à Pascoa! Ai estou tão mal!”.
É o discurso da minha mãe todos os dias enquanto anda a fazer as tarefas domésticas. Depois atira a sua gripe para cima do sofá e ali se mantém, a tossir, com os olhos lacrimejantes.
No entanto, em sendo 21h, vejo-a a maquilhar-se, a pôr perfume.
Anteontem disse-lhe “olha lá, então se estás assim tão mal vais sair? Não deverias ficar em casa para curares a constipação?”.
Ela olha-me toda raivosa e diz “Eu vou sair porque eu quero e eu é que sei! Então mas agora já pensas que mandas em mim? A mãe sou eu! Vou sair porque quero e me faz bem e eu é que mando! Andas muito embirrante! Bla bla bla”.
Apenas respondi “Desculpa, minha filha adolescente. Prometo não me preocupar mais contigo nem interromper o teu namoro!”.
É oficial: a minha mãe tem 15 anos! Está insuportável, anda sempre agarrada ao telemóvel, conversa com o pretendente deitada na cama de barriga para baixo e a abanar as perninhas…

4 comentários:

  1. hihihihihihi
    assim treinas jà a parte chata de aturar canalha xD

    ResponderEliminar
  2. Ahahh, fantástico! Boa sorte para a aturares :p

    ResponderEliminar
  3. ahaha isso até que tem a sua piada :p

    ResponderEliminar