domingo, 8 de março de 2015

Pela fé no amanhã

Porque há um dia da Mulher e não há do Homem?
Nem me vou pronunciar sobre a origem do dia, aquelas mortes e afins, vou-me cingir ao actual, ao que conta para além da memória.
Parecendo que não, a igualdade de géneros ainda é mito. Porque é. Nos cargos inferiores, nem se nota muito porque, regra geral, ganhasse sempre o ordenado mínimo e ponto. Mas à medida que vai havendo progressão na carreira, aí sim, meus caros, é notória a diferenciação, como se usar saias implicasse menos competência, menos mérito e, por conseguinte, menor remuneração.
Continua a não ser permitido o cargo de Papa a mulheres, continuam a ser raras as Primeiras-Ministras e Presidentes da República. Até em algo tão tonto como reallity shows, ganham maioritariamente os homens.
Já para não mencionar o assédio. Um homem pode sair à rua de calções, já a mulher se sai, ouve bocas, recebe olhares e, com um bocadinho de jeito, ainda é violada e acusada de ter a culpa por andar a provocar.
Assim sendo, FELIZ DIA DAS MULHERES e lutemos, unidas (não vale esgatanharmo-nos por homens, eles já perceberem que nos vencem assim) por um amanhã com igualdade real.

3 comentários:

  1. o dia internacional do homem foi criado pela ONU em 19 de Novembro em 1999

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que desconhecia este facto, obrigado!

      Eliminar
  2. Não te esqueças que algumas das personalidades mais influentos do mundo são mulheres (Angela Merkel, Condolesa Rice, etc.)...
    Quanto à questão de uma mulher não poder sair de calções, enfim... Ser violada, ou abusada acho que é abuso, as bocas e olhares, bem, acho que é escusado, mas enfim...
    As mentalidades estão a mudar, e se isso não chega, pelo menos é um principio... Pena que a mudança seja tão lenta...

    ResponderEliminar