segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Sabia que não devia ter saído de casa...

Começo o dia com o novo motorista do autocarro, que faz este percurso há coisa de uma semana, a fazer-se a mim, a querer saber onde moro exactamente, o meu nome, a que horas apanho o bus... chateei-me logo e expliquei-lhe que certamente a empresa terá politicas de conduta e que me parecia extremamente inapropriada esta abordagem, esperando que não se voltasse a repetir.
Saiu chateada, chego ao trabalho e caiu na rua, à entrada. De vestido. Joelhos esfolados e viram-me as cuecas. Que bom.
Depois todo o sistema informatico e telefonico da empresa decidiu morrer, fazendo-me perder grande parte do trabalho de hoje, desesperando-me, stressando-me! Na hora de almoço saiu para comer algo e ZÁS! Parto a sandália em duas. Lá vou descalça no metro em busca de uma sapataria que conhecia. Sandálias novas e 30min depois atrasada no emprego, lá fico até mais tarde, cheia de fome (perdi a hora de almoço nisto tudo). Vou depois ao supermercado, distraio-me com as horas e perco o autocarro para casa.
Enfim... finalmente no sofá com os gatos.

4 comentários:

  1. "Há dias de manhã, em que uma pessoa à tarde, não pode sair à noite..."
    Portanto, tudo é mau :)
    Ver as cuecas não tem nada de mal. A não ser que fossem cuecas que não deviam ser vistas, tipo das antigas de gola alta... :)

    Ass.: RR

    P.S.: Devias ter escrito saio e caio, no 2.º parágrafo, não?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim sim. Além da gola diziam "sábado" e já era segunda... foi mau...

      Eliminar
  2. Post estranho este. Não acederam ao teu blogue indevidamente não?...
    Já agora é Saio...
    Desculpa estar a fazer de professor de português...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradecida! Últimamente publico sem reler.

      Eliminar