quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

E na diferença é que está a beleza

Para mim, a amizade é a coisa mais importante de sempre. Muito mais até do que a família. E uma união tão forte assim só se consegue se houver muito respeito e diversidade, é bom que cada elemento aporte algo de novo e bom ao grupo.
Pessoalmente, não tenho 2 amigos iguais. Sequer parecidos. São todos antagónicos. E resulta maravilhosamente. Vejam bem (agora que já sabem os nomes):
O Dantas é um gay muito cabrão, adora sexo e vai com qualquer um. O que muito me preocupa. É que ele é mesmo o meu melhor amigo, um irmão, um filho. A minha mãe trata-o como tal. E preocupo-me com ele ao ponto de me pôr os cabelos brancos, este gaiato!
Já o Calvin é um gay recatado, detesta gente muito extrovertida, é a favor das uniões estáveis… sempre e quando não sejam com ele! Desde que o conheço que ele é do género de pessoa que se apaixona à primeira vista, já acha que quer casar e no prazo de uma semana acaba tudo e diz que está farto, que se enjoa da pessoa. Fazer o quê? Mas é extremamente hilariante devido ao facto de ser hipocondríaco.
A Charlotte, por exemplo, é muito sensível, chora com facilidade, adora vestidos, cor-de-rosa, bijuteria e saltos altos. Sonha com a maternidade, com um casamento de vestido longo em que será a protagonista, Já namora há 4 anos com o seu mais que tudo.
A Candy já sofreu muito no passado. Foi traída várias vezes. Estava descrente no amor quando apareceu um militar que a fez repensar tudo. Namoram há pouco mas são um casal que merecem todo o meu respeito, já que o moço está no Brasil desde Novembro a fazer testes para subir de hierarquia e só volta a Portugal em Junho. A minha Candy anda que não se aguenta a subir pelas paredes!! E com saudades também… eheh
Já a Samanta… oh Deus! Não pára! Adora Lisboa, adora a noite, adora homens, adora sexo, adora ter as mamas grandes e andar com elas quase de fora, gosta de provocar, ama vestidos e sapatos vermelhos. Enfim, é o diabo! Mas a primeira a chegar quando precisamos de algo. Toda a gente deveria ter uma amiga assim!
E claro que tenho muitas mais amigas e personagens hilariantes, mas decidi dar destaque às mais importantes, àquelas que estão comigo quase sempre.

5 comentários:

  1. Bom, tens mesmo um leque variado de amizades. :D

    ResponderEliminar
  2. rm: sem dúvida! Para mim os laços de sangue não têm muito significado. Como sempre ouvi dizer, há parentes e há família.
    S*: a variedade aporta sempre mais esclarecimento e novas visões. Acho que crescemos mais quando temos um grupo assim.

    ResponderEliminar
  3. É mesmo das diferenças que se acham boas amizades :)

    ResponderEliminar
  4. (e tens uns amigos muito interessantes ahah)

    ResponderEliminar